SN #2 – The Witcher 3, novo Lego e as keys falsas da Uplay

Witcher

Muita coisa rolou na última semana de janeiro. Entre tretas, novos trailers e anúncios de jogos, nós ficamos atordoados com tanta coisa rolando. Mas eis aqui a Sexta de Notícias pra te ajudar.

Ok, eu sei. Eu falhei miseravelmente na semana passada e minha promessa de uma Sexta de Notícias semanal já foi furada. Peço perdão pelo vacilo. Pra compensar, essa SN tá CHEIA de coisas. Então relaxe pegue seu todinho/cerveja/água/bebida de preferência e se atualize em tudo que aconteceu.

PS.: Eu sei que hoje é segunda e agora vocês descobriram o porque eu abreviei o nome pra SN.

Ubisoft caçou e deletou keys falsas na Uplay

ubisoft

Era uma vez, o presidente da Ubisoft. Como eu não quero pesquisar seu nome, vamos chamá-lo de Pepe le Pew. Certo dia, Pepe, um cara bem legal, acordou meio sonolento e bateu seu dedinho no pé da cama. Em meio a dor intensa ele bradou vingança aos primeiros idiotas que lhe passaram à mente: Os revendedores não-oficiais de games da Uplay.

No começo dessa semana, os fóruns da Ubisoft começaram a lotar de pobres gamers reclamando que seus Far Cry 4, The Crew, Watch Dogs e AC Unity tinham simplesmente… sumido. Muitas mães xingadas depois, a Ubisoft apareceu pra botar ordem na casa dizendo basicamente: “Parem de chorar, não tem erro nenhum aqui. Perdeu, playboy.”

Só pra resumir a treta: Existe um site chamado Kinguin que funciona como um Ebay para games digitais. Quem tem uma key, põe lá pra vender. O site é uma boa opção para aqueles que enfrentam barreiras no Steam ou Origin, seja porque o game não tem a língua que você quer, ou pelo preço absurdo. A questão aqui é que a Ubisoft descobriu que muitas dessas keys tinham sido compradas no Origin usando cartões de crédito roubados. Aí ela passou a rapa, deletou tudo e disse pros users: “Se virem, vão cobrar de quem lhe vendeu.”

O Kinguin agora está olhando pra um prejuízo de quase 150 mil euros, ou, quase 400 mil reais.

A galera tá bradando que a Ubisoft merece a pirataria que vai vir depois disso, mas convenhamos: keys compradas com cartões roubados ou falsos não vão dar dinheiro pra ela que merece sim, ganhar pelos jogos que publicou.

Fonte: Eurogamer

CD Projekt Red: O Good Guy Greg das produtoras

cdprojektred

Você já sabe que The Witcher 3: Wild Hunt vem aí, que ele vai ter 16 DLCs e que todos eles vão ser de graça, né? Se não sabe, clica nos links aí e seja feliz.

Bom, o CEO da CD Projekt Red, Marcin Iwiński (sim, eu usei CTRL-C + CTRL-V no nome dele) deu uma entrevista pra IGN explicando por que 16 DLCs serão grátis. De cara perguntaram pra ele por que dar de graça e a resposta foi simplesmente:

“Porque as pessoas já vão ter pago pelo jogo. Nós devemos à eles.

Estamos fazendo uma declaração. Nós, como gamers, gostariámos de ser tratados assim, com DLCs grátis.”

Iwiński disse ainda que essas DLCs não serão ‘nada demais’, dizendo que são DLCs que acrescentaram algumas horas de história. A esperança dele é que assim as pessoas aproveitem The Witcher 3 ainda mais e que àqueles que estiverem pensando em piratear o jogo se sintam mais inclinados a comprar. Ele ainda comenta que para os estiverem pensando futuramente em trocar ou vender o game (no caso de cópias físicas) possam pensar em manter o jogo e curtir mais tempo com os DLCs gratuitos. Mas ele tá super de boa se ninguém fizer essas coisas que ele espera. Iwiński só quer que as pessoas se divirtam.

Sobre a ausência de multiplayer o CEO da CD Projekt Red deu uma declaração que me garantiu o nível máximo de respeito por esse cara:

“Inicialmente, quando estávamos falando com produtoras parceiras, elas vinham até o estúdio e diziam que RPG era a moda agora e que precisava ter multiplayer, escolha de personagens e uma personagem feminina. Nós recusamos tudo isso, pois The Witcher é sobre Geralt. Nós temos os livros, nós temos um lore. É verdadeiro, funciona e é consistente.

Não vamos complicar adicionando coisas a mais só pra caixa ficar mais atrativa. Talvez isso funcione melhor pra publicidade, mas multiplayer nunca foi nosso estilo. Esse é um jogo single-player e eu acredito que é isso que as pessoas gostam nele, não algo colocado ali genericamente só pra vender melhor.”

Não tô falando? Um ídolo! Aprendam com essa Square Enix e seu multiplayer desnecessário em Tomb Raider.

Fonte: IGN

The Witcher 3 pode ter um modo Insanidade

tw3

Apesar de ainda não confirmado, a CD Projekt Red está considerando colocar um modo Insanidade no game.

Não se sabe se isso afetaria a dificuldade dos monstros em si, pois o intuito do modo é apenas um só: Morreu? Seu save file vai ser deletado.

Muitos jogos possuem o modo IronMan que funciona de maneira similar, mas se The Witcher for pra frente com isso, esse será um modo que os fãs mais hardcore vão amar (e odiar).

Fonte: VG247

Alone in the Dark: Illumination libera beta fechado

aloneinthedarkillumination

Um dos clássicos jogos de terror dos anos 90 que fez eu cagar minhas cuecas muito antes de qualquer Resident Evil vai ganhar um novo jogo!

Yeaaay. Você já sabia disso? Pois eu não. Tô sabendo do jogo agora. Mas o ponto importante é que o beta fechado dele está disponível! O vacilo é: Só quem comprou em pré-venda pode jogar o beta.

Pra um game que era meio zueiro quando começou, Illumination tá parecendo bem sério. Você pode quebrar teu porquinho e comprar Alone in the Dark por 56 reais no Steam.

Ainda não há data de lançamento disponível.

Fonte: Eurogamer

EA fecha o ano no positivo

EA Ryca

EA Ryca

“Mas o ano acabou de começar”. Relaxem aí que o ano fiscal dos EUA é meio bugado mesmo. Não sei de quando a quando é. Como não somos economistas, isso também não interessa muito.

A notícia é: A EA faturou uma porrada de dinheiro e a maior parte dele veio de serviços online e… adivinha? DLCs.

Pois é, apesar de ser um dos mais xingados métodos de venda, principalmente quando se trata de EA, os números mostram que os gamers foram bem… hipócritas em relação aos DLCs. Enfim, é difícil NÃO comprar DLCs porque os conteúdos são simplesmente tentadores demais.

O engraçado, é que a maior parte da renda da empresa veio também do Mobile e uma parte veio do online, provavelmente por causa do EA Acess.

EA

Imagem: Polygon

Os games completos tiveram uma parte considerável, mas muito inferior aos DLCs. Um dos games que deram bastante lucro foi Dragon Age: Inquisition. Não só ele vendeu pra caramba, como se estabeleceu como o maior game vendido na história da BioWare.

Fonte: Polygon

LEGO Jurassic World e Marvel Avengers anunciado

legoavengers

Um game que vai além da aventura e de sua história, LEGO é sobre quebrar todo o cenário. Acredite meu amigo, não há satisfação maior em andar por aí quebrando tudo e atacando a todos de suas séries favoritas.

Hoje já bem estabelecida, a série LEGO vai ganhar mais todos adendos ao seu catálogo. LEGO Jurassic World aproveita a carona do novo filme e está com a data de lançamento marcada pra Junho.

Também na linha dos caroneiros do cinema está LEGO Marvel’s Avengers que deve ser lançado no último trimestre do ano, provavelmente junto com o filme.

Foram anunciados também, novos LEGOS para iOS: Ninjago: Shadow of Ronin, LEGO Movie Video Game e Batman 3: Beyong Gotham chegam no decorrer do ano no sistema da maçã.

Fonte: Joystiq

Workshops da Valve já renderam 57 milhões ao seus criadores

valvehats

Houve uma época da nossa vida em que ficar no fliperama mendigando fichas era o mais divertido a se fazer numa tarde ensolarada. Depois esse senso evoluiu pra ficar na Lan House mendingando os 15 minutos finais daquele cara que só entrou lá pra fazer o currículo dele em word, que era uma super modernidade. Os games evoluíram e ao invés de serem super difíceis pra fazer você gastar fichas, eles agora te vendem chapéus, conteúdo extra, skins e todo tipo de coisa pra lhe arrancar mais grana do que você já pagou.

Entre um chapéu e outro, os criadores desses itens já lucraram, juntos, mais de 57 milhões de dólares. A Valve pagou a quantia pra mais de 1500 contribuidores em 75 países diferentes.

É a empresa do Tio Gaben mostrando que a moda da dinheiro até dentro dos games.

Fonte: Polygon

Novos DLCs

Far Cry 4: Hurk Deluxe [Lançado]

Call of Duty: Advanced Warfare – The Havoc [Lançado]

O que falamos essa semana

Competitivo – O resumo da semana

Mais 15 minutos de The Witcher 3

Valve – Você vai querer trabalhar lá

Mortal Kombat X – Todos os personagens até agora

Ermac entra pro time de MKX

Momento Aleluia – Starbound recebe update estável

Teremos Metal Gear Rising 2?

Ajeita pra Mim – CS:GO Edition

Sobre o Autor

Outros posts de

Anderson

23 anos. Adorador dos jogos single player, prezando por uma boa história. A variação de humor faz com que a preferência transite entre FPS, RPG e Estratégia.