Testei o Beta! Battlefield: Hardline

BFHardline1

Após inúmeros “vazamentos” de gameplays do Battlefield: Hardline uma coisa aconteceu. Ninguém esperava que a EA logo após sua conferência na E3 disponibiliza-se a Beta do game para todos baixarem e testarem como está ficando o novo jogo da série Battlefield. Confira o nosso teste!

Uma coisa que se deve notar nessa disponibilização do beta é: Estamos em Junho o que significa que faltam mais de 3 meses para o lançamento do jogo. E o que isso quer dizer? Battlefield 4, por exemplo, teve sua beta iniciada no começo de Outubro e o jogo lançado logo no final do mês 8. E de novo, o que isso quer dizer? Quer dizer que a Visceral Studios terá um maior feedback dos jogadores e assim terá mais tempo para deixar o jogo em condições de lançamento mais aceitável que Battlefield 4.

Quem jogou o BF4 desde o começo sabe do que eu estou falando.

Bom, mas vamos lá. Como eu sou um viciado em FPS, especialmente nessa franquia, irei analisar o jogo sobre a MINHA VISÃO e comentar um pouco sobre o porque da galera está reclamando de algumas atitudes tanto da EA quanto da DICE e esquecendo que na verdade o jogo está sendo produzido pela Visceral.

Battlefield: Hardline é um jogo em primeira pessoa que ao invés de ser ambientado nos campos de batalhas reais ou fictícios assim como seus predecessores, se passa em uma guerra urbana. Policia e Ladrão, CT e TR, ou como você preferir chamar.

Logo quando entrei na tela de Deploy algo me chamou a atenção, as classes. Nomes diferentes das habituais (Assalto, Engenheiro, Suporte e Batedor) com os nomes de: Operador, Mecânico, Executor e Professional.

Bem, obviamente como infantaria que eu sou, fui direto para a classe Operador e para minha surpresa? M16A3! Fiquei feliz na hora, essa belezura fez muita falta no BF4. ):

Dei respawn e do nada estou em uma cidade com carros comuns, sedans, motos e até um caminhão pipa! Na hora eu percebi que esses veículos que particularmente não possuem armas se enquadram perfeitamente no ambiente do jogo. Pois umas das inovações imposta pela produtora é: Para destruir um carro você não precisa mais de RPGs ou C4, mas sim, 2-3 pentes de uma M16. O que faz muito mais sentido do que deixar todos eles blindados contra armas de grosso calibre. E logicamente, você atira de dentro dos veículos ao maior estilo cinema, projetando seu corpo pra fora e metendo bala no que se mexer. É muito bom.

 

A

Na esquerda: Caminhão Pipa. Na direita: Carros normais de pessoas normais.

E sobre as outras classes? Bem, joguei pouco com elas mas uma coisa que eu reparei é que são todas muito bem balanceadas. Algumas classes tem gadgets que outras não tem. Por exemplo: O Profissional não tem o Arpão (que é uma corda com uma âncora na ponta feita para subir em telhados e áreas de difícil acesso) diminuindo assim o nível de camperagem.

Outra coisa que percebi é que: Não precisamos mais implorar por munição ou vida! Podemos simplesmente chegar no Operador ou Executor, apertar a tecla E e pronto temos munição ou HP (acredite isso é uma das melhores coisas do jogo).

Sobre o resto da gameplay e gráficos é mais ou menos assim: Na jogabilidade Hardline é parecido com Battlefield 3 e por usar o motor gráfico Frostbite 3, obviamente se assemelha e muito ao quarto título da série.

Como todo mundo deve estar careca de saber a EA e a DICE tiveram suas cabeças quase arrancadas por causa da baixa qualidade de Battlefield 4 quando ele foi lançado e só agora, mais de 7 meses depois teve uma melhora significativa no jogo o que deixou as duas empresas em maus lençóis e por isso a comunidade caiu matando em cima desse novo jogo esquecendo de duas coisas:

  1. O jogo não faz parte da franquia principal assim como Bad Company e está sendo desenvolvido pela Visceral (Desenvolvedora de Dead Space). Ou seja, terá uma maior preocupação quanto a qualidade do jogo e provavelmente uma boa campanha.
  2. Lembram de um jogo concorrente no quesito público? O Call of Duty: Ghosts? Então… Ele foi lançado mal otimizado, vários bugs e outros problemas assim como BF4.

E o que eu penso de tudo isso? O beta do jogo é bom, diverte e tem grandes chances de sucesso, mas eu sinceramente não vou dar R$100,00 para uma empresa que me vendeu um jogo que não ainda estava pronto e me fez passar muita raiva. Então fica a dica: Só realmente compre um jogo que você esteja esperando muito após o lançamento e depois de checar as comunidades para saber se ele é defeituoso ou está jogável, por que hoje em dia anunciam um jogo que faz crescer expectativas em nós e quando ele é lançado está muito ao contrário do que foi apresentado.

Sobre o Autor

Outros posts de

Vinícius Novelli

Tenho 18 anos e jogo de tudo, quer dizer, quase tudo. Se quiser me peitar no BF4 pode vir, CS:GO e COD Bo2 também! Mas se quiser uma coisa mais cabeça vamos para um Command & Conquer ou Company Of Heroes. Fica a dica.