Tree of Savior: A delicia de 2015

capaTos

Tree of Savior pra mim foi a melhor coisa que aconteceu desde o lançamento de Ragnarok 2 (que foi decepcionante), ele é tudo que uma sequencia de Ragnarok deveria ser!

A alguns dias recebi a notícia que iria acontecer outro closed beta do ToS e que dessa vez, eu seria convidado a participar (no primeiro não sobrou key pra mim e no segundo eles liberaram keys pra comunidade inteira), eu acompanho o jogo desde que a desenvolvedora começou a soltar conteúdos sobre ele, e estava ansioso pra entrar em seu universo.

Assim que entrei no jogo eu pensei: “Porra, isso sim é um sucessor de Ragnarok”. e depois de algumas horas de jogo já acho que posso contar algumas experiências (isso não é um review, e sim uma primeira impressão de um jogo em beta).

Pra começar o jogo é lindo, ele tem traços de anime com uma visão em 3° pessoa muito parecida com o meu amado Ragnarok, os cenários são bem desenhados, muito coloridos e vibrantes.

graficos-tree

Esse sou eu, com meu Pyromancer

A questão de classes, por enquanto, ainda é limitada, são apenas 4, arqueiro, espadachim, clérigo e mago. Mas a IMC já falou algumas coisas sobre outras classes.

Cada uma das 4 classes tem 6 possibilidades de evolução (talvez fale mais sobre um dia), deixando o jogador se especializar em diferentes tipos de combate/habilidades.

Não quero me estender muito nesse post, pois o jogo ainda pode mudar e muito por se tratar de uma fase beta, mas com certeza, será um novo dreno no meu tempo!

Sobre o Autor

Outros posts de

Daniel Costa

20 anos, graduado em Tecnologia de banco de dados, empresário, gamer desde sempre, tento ser designer mas sempre acabo fazendo programas feios (T_T), programador web, quase web designer, DBA, porteiro, jardineiro e carteiro nesse blog/page que vossa senhoria está lendo! Um mingo dupal que quase ninguém sancha mas que sempre sabe onde está sua toalha!