Deu Lag #3 – Left 4 Dead 2

left_4_dead_2

Sejam bem vindos ao Deu-Lag #3! Half-Life 3 confirmado. E como, obviamente, não poderíamos deixar de falar da grande Valve, hoje nós apresentamos o Left 4 Dead 2, um jogo FPS que se passa em um cenário apocalíptico, com muitos, mas muitos zumbis. Let’s go!

Left 4 Dead 2 é um FPS cooperativo desenvolvido e publicado pela nossa querida e amada Valve, onde seu objetivo é ir de um ponto ao outro enquanto você tenta não ser morto por uma quantidade absurda de zumbis. Para deixar as coisas menos entediantes mais interessantes, ele é um co-op, como mencionado acima, onde você pode jogar com mais 3 pessoas, além de existirem vários tipos de zumbis especiais que tornam necessário você manter os seus companheiros por perto. Ele também conta com uma parada denominada AI Director 2.0, que modifica a quantidade e o comportamento dos inimigos, entre outras coisas, dependendo do desempenho dos jogadores. O jogo possui vários modos de jogo, como campanha, versus e survival, entre outras variações.

No modo campanha, você joga em um cenário onde você, bem, tem que chegar até o fim dele sem morrer. Cada campanha dessas é separada em umas 4 ou 5 partes, ou capítulos (salvo umas 3 excessões), onde você, sim, tem que chegar até o final de cada um sem morrer. No seu caminho tem muitos e muitos zumbis, onde maior parte deles são os zumbis comuns e ralados, que não são uma ameaça sozinhos, mas eles raramente estão, então você vai ter muita coisa pra atirar no caminho. Além deles, existem os zumbis especiais que são mais inteligentes que os comuns e cada tipo possui uma habilidade especial que vai tornar a sua vida um pouco mais complicada.

Zumbis!

Zumbis!

Esses infectados especiais (sim, eu vou falar infectados porque eu já falei zumbis muitas vezes nessaporra nesse texto e é assim que eles são mencionados no jogo) são o Hunter, que fica pulando de um lado pro outro até pular em cima de um jogador, deixando ele incapacitado; o Smoker, que usa sua língua absurdamente grande para arrastar e prender os jogadores, e deixa uma fumaça quando morre cujo único propósito é encher seu saco; o Boomer, que vomita em cima de você, algo que por algum motivo atrai os infectados comuns e deixa sua visão obstruída, e o corno ele explode em vômito quando morre também; o Jockey, que torna um jogador seu cavalinho, e toma parcialmente o controle do movimento dele; a Spitter, que cospe uma parada ácida que fica numa área por um tempo, causando dano nos jogadores que pisarem nela; e o Charger, que dá uma investida, derrubando todos os jogadores no seu caminho, e fica batendo o primeiro jogador que ele acertou no chão. Com a exceção da Spitter e do Smoker, se algum desses infectados pegar você, a única maneira de você se soltar é se algum companheiro seu lhe ajudar, o que torna muito importante vocês ficarem juntos.

Existem mais dois tipos de infectados, a Witch, que aparece em alguns pontos do mapa chorando, e se você se aproximar demais dela, bem, não faça isso ao menos se você realmente souber o que está fazendo ou estiver com uma vontade de morrer; e o Tank, um bicho gigante e bruto que demora pra caralho bastante para morrer, e cada porrada dele te lança para longe, o que pode te matar em alguns mapas, mas, felizmente, ele só aparece apenas umas 4 ou 5 vezes por campanha. Para enfrentar tudo isso, o jogo conta com várias armas de fogo, e algumas melee também, como facões, katanas, bastões, frigideiras, guitarras, etc. além de itens de cura e explosivos, que ficam espalhados pelo mapa.

Witch

Witch

Agora a coisa mais interessante desse jogo é o seu modo versus, onde 4 jogadores controlam os humanos, e os outros 4 controlam esses infectados especiais que eu falei, com exceção da Witch, e competem em alguma campanha. O objetivo dos humanos é chegar no final de cada capítulo sem morrer, e os infectados tem que impedir isso de acontecer. Cada parte é jogada duas vezes, onde cada time joga tanto de humanos quanto infectados, e o time pontua dependendo da distância percorrida por cada jogador enquanto jogava de humano, ganhando pontos extras caso tenha alcançado o final do capítulo. Em alguns pontos específicos, o jogador infectado que tiver causado mais dano vai se tornar um Tank, e descer o cacete nos humanos (ou pelo menos tentar). Como você pode ter deduzido, o vencedor é o time que conseguiu a maior pontuação no final da campanha.

Como qualquer jogo multiplayer da Valve que se preze, L4D2 tem suporte ao Steam Workshop, que disponibiliza conteúdo extra para o jogo feito pela comunidade, como skins, modos de jogo, ou até campanhas, o que pode deixar que você faça uma coisas bem doidas, como deixar que Deadpool, Master Chief, Alice e o Scout de Team Fortress 2 enfrentem uma legião de descontos do Steam e um Shrek gigante. Além disso, existem alguns servidores modificados que deixam as coisas mais doidas ainda, como aumentar o limite de jogadores de 8 para 20, deixando as coisas absurdamente caóticas.

Esse jogo é absurdamente divertido de jogar com amigos, independente do modo de jogo. Não tem amigos? Pode jogar com pessoas aleatórias na internet. Não quer jogar na internet por algum motivo? Pode jogar alguns modos de jogo com bots também, mas, apesar de eles serem funcionais, eles não são exatamente a coisa mais esperta do mundo, o que torna o jogo irritante, principalmente em dificuldades mais altas. Left 4 Dead 2 está a venda no Steam pelo preço muito meio salgado de R$ 34,99 aqui, mas como ele é um jogo relativamente antigo, ele entra em promoção constantemente, então é melhor você esperar por uma benção do nosso Senhor GabeN.

Steam e sua explosão de promoções

Steam e sua explosão de promoções

blablabla frasedeencerramento blablabla atéoproximodeulag blablabla.

Para ver os outros posts da série Deu Lag, clique aqui.

Sobre o Autor

Outros posts de

Daniel Costa

24 anos, graduado em Tecnologia de banco de dados, empresário, gamer desde sempre, tento ser designer mas sempre acabo fazendo programas feios (T_T), programador web, quase web designer, DBA, porteiro, jardineiro e carteiro nesse blog/page que vossa senhoria está lendo! Um mingo dupal que quase ninguém sancha mas que sempre sabe onde está sua toalha!