SteamtaHits – Top Gear

steamtahits-7

 

Aí! Sabe que dia é hoje? Dia de SteamtaHits! WOOHOO!

E sobre o que diabos vai ser dessa vez, Nano? Vocês já leram no título do post, mas ok. TOP GEAR!!!!!!
Apertem os cintos, verifiquem os retrovisores e checa que o som tá funcionando porque vai ter música de jogo!

Top Gear é um jogo feito pela Kemco lançado pra Super Nintendo em 1992. É um jogo de corrida, ou seja, chega em primeiro.

Fato engraçado (ou não), o jogo ia sair em 89 na versão 8 bits, mas a pedido da Nintendo (plis Kemco, plis) eles deixaram pra lançar no novo console de 16-bit. Acho, só acho, que fez bem. Afinal, é um dos clássicos da Nintendo.

 

05112012not1d[1]

 

Como em todo de corrida, o objetivo era vencer. Ao contrário da maiorias dos jogos de corrida da época, Top Gear não tinha power ups e nem era em 2.5D (que? Visão isométrica, cara. Ah tá). Pra passar de nível você tinha que chegar em alguma das três primeiras posições. Passando de nível, novas pistas eram desbloqueadas e mais difícil a corrida ficava.

Você tinha como escolher os carros tinha vermelho, branco roxo e um azuk, mas a treta mesmo era entre o branco e o vermelho. Aqui saia sangue. O carro branco era mais lento, mas gastava menos gasolina e o vermelho era mais rápido mas bebia gasolina igual meu pai bebe cerveja. Aí, como sempre sempre tem uma briga de qual é o melhor.

 

Treta, treta, tretinha...

Treta, treta, tretinha…

 

Mas como assim, Nano? O jogo tinha sistema de gasolina e pit-stop, resumindo, além de correr, você tinha que ver se o nível da gasolina dava pra correr mais uma volta e ainda fazer o pit-stop. Tinha também o sistema de turbos, você só podia usar três. Quando, aonde, por que usar?. Aí da briga, você tinha que usar os turbos de uma maneira eficaz, “calcular” quando parar sem perder a corrida, caso contrário, tomava um lindo Race Over na cara.

 

Calma que não acabou.

 

Uma outra coisa que cativou no Top Gear foram as pistas novas, que passavam por vários lugares do mundo, até no Brasil, olha que legal, e elas mudavam o ambiente, tinha vez que era dia, noite, tava chovendo, ou com neblina. Isso era legal pra caramba, saber como estaria a pista na próxima corrida, e saporra de jogo passava aquela sensação de velocidade, muito jogo na época não conseguia fazer isso e tem muito jogo hoje que ainda não consegue.

 

Top_Gear_03[1]

 

Tá, chega de falar do jogo e vamos pra música!!

 

Escutem essa delícia!

 

Essa música já dá vontade de sair correndo, batendo, capotando. haha

A música foi composta por Barry Leitch, e utiliza as notas dó, ré, mí, fá, sol, lá, brincadeira. Ai ai.

 

E como de praxe, mais versões :v

 

Piano

 

Guitarra

 

Forró

MORRI

Que diabos eu escutei?

Que diabos eu escutei?

Pois é né, nem tudo é perfeito… ¯\_(ツ)_/¯

 

E adivinha? O jogo é exclusivo da Nintendo. Aaaahh ):

Mas você pode jogar! Eeeeeeeeeeeee (:

Só pegar aquele emulador maroto, aquela ROM deliciosa e fugir do FBI :v

 

Bom, por hoje é só. Semana que vem tem mais!

P.S.: Qualquer erro de português é culpa do Nano que não pediu pra revisar. Vlw, flw.

P.S.2: PEDI SIM!

P.S.3: Não preciso de revisão, meu português é perfeitERROR

P.S.4.K: Muito caro D:

Sobre o Autor

Outros posts de

Nano

23 anos, chato, reclamão, yotta estressado, estagiário em Mecatrônica, viúvo da Sega, editor de imagens e vídeo. Viciado em Sonic e Doctor Who. Odeia fases aquáticas e não sabe atirar em jogos. Ainda tá pensando em algo melhor pra escrever aqui.